Mesoterapia significa Terapia Intradermical (dentro da pele). É um método de aplicação local de lipolíticos, substancias injectadas na pele com múltiplas finalidades, que actuam no organismo, libertando a gordura do tecido que ajuda a melhorar a circulação local e a "derreter" os nódulos de gordura, estimulando o tecido que permite a perda de volume e o aspecto casca de laranja e atrasa o envelhecimento dos tecidos.


Para que serve?
A Mesoterapia pode ser usada para queda de cabelo, rejuvenescimento facial, flacidez, gordura localizada, celulite e drenagem linfática. Esta técnica é bastante eficaz nestes tratamentos, o que não acontece com os cremes e pomadas, porque estes têm dificuldade em penetrar na pele. Com cremes e pomadas a pele funciona como uma barreira mecânica impossibilitando, assim, o máximo efeito.


A aplicação é dolorosa?
O tratamento consiste em injecções intradérmicas, dentro da pele, que são injectadas semanalmente por um período médio de 10 semanas. As aplicações são praticamente indolores, rápidas e não atrapalham em nada na rotina do paciente, devendo somente não apanhar sol nos locais da aplicação.


Existem efeitos secundários?
A grande maioria não apresenta qualquer complicação; no entanto, por vezes poderá formar-se um pequeno hematoma no local da injecção e, em raríssimos casos, poderá haver reacção alérgica a alguma das substâncias, devendo esta ser trocada na continuação do tratamento.

A celulite, gordura localizada e flacidez podem ser curadas?
A celulite e gordura localizada são patologias multifacionais, ou seja, são patologias que envolvem diversos aspectos como hormonas, tendências individuais, sedentarismo, problemas de circulação linfática e alimentação inadequada. Naturalmente que para combater tantos factores, o paciente deverá ser muito bem orientado e acompanhado; por vezes não basta só realizar a mesoterapia; para ser eficiente e resultar, o paciente deverá colaborar, sendo o resultado do tratamento muito mais satisfatório.

O que pode ser feito nas Estrias através da Mesoterapia?
Nas estrias recentes (vermelhas) ou antigas (brancas) podemos aplicar complexos vitamínicos, com a finalidade do preenchimento e recuperação das fibras que se romperam. Naturalmente que o tratamento mais precoce obtém melhores resultados, mas mesmo em estrias tardias conseguimos atenuá-las com a aplicação da mesoterapia.